Preaload Image

Nós Música

Nós Música – Canto Capixaba

Escutar a música:

Histórico

Evandro trouxe a proposta de melodia para as primeiras estrofes e a harmonia base.

Na sessão de gravação acrescentou violão, guitarra base e percussão com rítmos típicos do congo capixaba.

Henrique campos trouxe os vocais, adaptando a melodia e dinamizando as estrofes.

Edson Cruz contribuiu com a letra para a sessão de rap.

Rafa trouxe as melodias do saxofone e aprimorou nossa introdução.

Loh incrementou os vocais para a gravação, trouxe a sessão de rap já escrita, aprimorou a letra e backing vocals.

Ícaro trouxe o chocalho às nossas percussões e adaptou riffs para nossa sessão de guitarras.

Arijuana gravou voz e trouxe a temática do reflorestamento com o trecho de sua música “Refloresta”.

Ulisses incrementou a letra e gravou vocais e nos trouxe a temática das raízes africanas do nosso território.

Maria Gabriela trouxe os vocais, reforçando melodias junto com Henrique e Loh.

Henrique Gomes reforçou a temática florestal acrescentando sua poesia.

Rose gravou piano, reforçando a melodia principal do tema “Refloresta”.

Rony gravou voz para o tema “Refloresta”.

Créditos

Ariane Alexandra (Arijuanna): Voz/backing vocals
Lohrayne Mariano (LOH): Voz/backing vocals
Ulisses da Silva: Voz/backing vocals
Rony Santos: Voz/backing vocals
Henrique Campos: Voz/backing vocals
Henrique Gomes (Chicória): Voz/recitação
Maria Gabriela: Voz/backing vocals
Evandro Depiante: Guitarra, violão, tambores, casaca e teclado
Ícaro Pinheiro : Guitarra e chocalho
Rafa Brava : Safofone
Rose Grapentin: Piano

Contribuições na letra:
Evandro Depiante
Edson Cruz
Ariane Alexandra (Arijuanna
Ulisses da Silva
Henrique Campos
Henrique Gomes

Arranjo final: Evandro Depiante, Lohrayne Mariano

Edição e mixagem: Evandro Depiante

Letra e cifra

letra e cifra em PDF

Canto Capixaba

Am7 D9 G7M

(refloresta a floresta, regenera a floresta)

Andar por essas ruas

De tons tão naturais

Saber dos que se foram

Saberes ancestrais

Am7 D9 Bm7 E9

Quero saber de vocês

As vidas que te abrigam

Acolhe, abriga, amigo

As trilhas que sua alma fez

Am7 D9 Bm7 E9

Muito além de uma cultura, um modo de vida com certeza,
encanto de um espirito, exemplo de beleza.
Cheguei na casa e me dê voz! Os tambores avisam que o Nós Capixabas sempre vai ser nós por nós.
Senhor de engenho quer a nossa volta, cuidado que essa é cilada, Bino!
Antes usavam chicote, hoje, um branco colarinho, sapato de bico fino.

Am7 D9 Bm7 E9

Querem o nosso corpo, a nossa cultura, quero ver tentar, ela nunca será sua.

Sigam o rio, cantam para lua e não nunca parem de caminhar.
Logo chegaremos lá, no melhor lugar, favela é onde a felicidade mora.
Pra nenhum de nós a senzala foi opção, para capataz e capitão do mato minha Glock é uma caneta bem na mão.

Am7 D9 Bm7 E9

BK, eu ouvi seu disco e entendi, a favela tá desmatada, querem nos matar e gritam que não dá pra ouvir.
Pandora, tu me ensinou e eu aprendi, o melhor lugar do mundo é agora, e o agora é aqui
que vai ser plantando e colhendo a união, é que cada semente que florescer, vai ser um paco de dinheiro bem na mão.
Bem na mão dos irmãos.

Am7 D9 Bm7 E9

Nossas raízes de ventre africano (x2)

Enxada na mão pra fazer revolução!
Nossos campos de batalhas
são hortas comunitárias

Adubo na terra pra acabar com a guerra!
Sementes estão germinando, o mundo está mudando
Pachamama nos dá tudo que a gente precisa
e não falta pra ninguém se a gente se organiza

Plantar um alimento orgânico é um trabalho xamânico.
A agricultura cura.
Ter cultura é cultivar um sistema sintrópico, agroflorestal,
Transformar um mundo utópico em algo real

Refloresta a floresta, regenera a floresta (x2)

 

letra e cifra em PDF

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.